Última hora

Última hora

Brown demite-se do Labour

Em leitura:

Brown demite-se do Labour

Tamanho do texto Aa Aa

Os democratas liberais desejam negociar com os trabalhistas para a eventual formação de governo, anunciou esta tarde o primeiro-ministro Gordon Brown que declarou também que em breve se vai demitir da liderança do partido.

“Tal como sabemos, os democratas liberais sentiram que deviam falar em primeiro lugar com o Partido Conservador. O senhor Clegg informou-me que, ao mesmo tempo que negoceia com os conservadores, deseja também avançar com discussões formais com o Partido Trabalhista”, anunciou Brown.

As equipas de David Cameron e Nick Clegg lutam contra o tempo desde sábado como vista a encontrar um acordo de governação partilhada na próxima legislatura.

Negociações difíceis, os democratas liberais não deverão fazer grandes cedências. “Esta é a maior oportunidade em duas ou três gerações para os democratas liberais colocarem em prática o seu manifesto e certamente que não vão afastar-se muito da sua linha política. A mim parece-me que os principais pontos na agenda são a imigração, a reforma do sistema eleitoral – claro – a Europa e a substituição do armamento nuclear. Assuntos de vital importância. Uma coisa é certa, Nick Clegg sabe que tem o peso da história nos seus ombros”, refere Lembit Opik, antigo deputado democrata liberal.

Incontornável é também a definição da política económica do Reino numa altura em que Grã-Bretanha vive uma grave crise. O arrastar das negociações não ajuda. Os mercados mostram-se inquietos com o compasso de espera na formação de uma aliança governativa.