Última hora

Última hora

Filipinos escolhem sucessor de Gloria Arroyo

Em leitura:

Filipinos escolhem sucessor de Gloria Arroyo

Tamanho do texto Aa Aa

Cinquenta milhões de filipinos são chamados às urnas. Devem escolher o presidente para os próximos seis anos e mais 18 mil cargos nacionais, provinciais e regionais.

A presidente cessante, Gloria Arroyo, não pode recandidatar-se e o candidato que apoia, Gilberto Teodoro, recolhe menos de 10% das intenções de voto. Mas Arroyo é candidata às legislativas e ambiciona a presidência da câmara baixa do Parlamento para impulsionar a criação de um regime parlamentar no país.

O favorito, para substituir Arroyo, é Benigno Aquino. O senador, filho de Cory e Ninoy Aquino, está creditado com 42% das intenções de voto. Mas os analistas estimam que Aquino não tem formação política suficiente para mobilizar os eleitores neste dia “D”.

Em segundo lugar nas sondagens, mas com apenas 20% das intenções de voto, surge o ex-presidente deposto Joseph Estrada; um ponto atrás está o senador Manny Villar.

A campanha foi dominada por temas como a luta contra a corrupção e a redução da pobreza. Mas, nos últimos dias, o debate centrou-se na fiabilidade, ou não, da contagem electrónica dos votos, utilizada, pela primeira vez, nestas eleições.

Os resultados só deverão ser conhecidos a meio da semana.