Última hora

Última hora

Bolsas em acalmia aguardam plano de austeridade de Madrid

Em leitura:

Bolsas em acalmia aguardam plano de austeridade de Madrid

Tamanho do texto Aa Aa

Depois da euforia de segunda-feira, a bolsa de Nova Iorque fechou, na terça, quase estável, com perdas e ganhos inferiores a meio ponto percentual. Os investidores estão na incerteza face ao plano de urgência da zona euro e aguardam as declarações de Zapatero no parlamento.

O primeiro-ministro espanhol deverá explicar como vai cumprir o compromisso, assumido perante o eurogrupo, de reduzir o défice. O analista Santiago Niño-Becerra não acredita que seja um plano sustentável: “A sensação que me dá é que se faz uma série de planos e de ajustes para ver o que vai acontecer, mas não há uma ideia clara. A Espanha pode baixar o défice mas o problema básico e fundamental – o da produtividade, o do modelo económico – não vai resolver-se”, vaticina.

O défice espanhol ultrapassou os 11% do PIB, no último ano. Madrid comprometeu-se a reduzi-lo de cinco mil milhões de euros suplementares, este ano, e 10 mil milhões no próximo ano.

A situação económica da Espanha não preocupa apenas os investidores. Barack Obama telefonou mesmo a José Luis Rodrigues Zapatero. O presidente receia que as dificuldades económicas da zona euro se repercutam na retoma norte-americana.