Última hora

Última hora

Escalada de tensão na Tailândia

Em leitura:

Escalada de tensão na Tailândia

Tamanho do texto Aa Aa

O exército aperta o cerco aos “camisas vermelhas”. Explosões e tiros marcam as últimas horas no bairro de Banguecoque, ocupado pelos manifestantes antigovernamentais há várias semanas.

A crise agravou-se com a decisão do primeiro-ministro de cancelar as eleições antecipadas de Novembro. O exército decidiu dispersar os manifestantes e ameaçou cercar o acampamento com meia centena de veículos blindados.

O conselheiro militar dos “camisas vermelhas” está gravemente ferido, na sequência de um tiroteio. Khattiya Sawasdipol, conhecido como “comandante vermelho”, estava encarregue da segurança do acampamento. É considerado pelo poder como um dos principais adversários, por se ter aliado aos opositores.

O exército autorizou o uso de balas, em caso de “ameaça”. Os líderes dos “camisas vermelhas” mostraram-se prontos para o que chamam de “última batalha” contra o primeiro-ministro e informam que enfrentarão com as mãos os veículos blindados.