Fechar
Login
Por favor, introduza os seus dados de login

Skip to main content

Nos “pub’s” ingleses de Bruxelas, o novo governo britânico é tema de todas as conversas. Será que o regresso ao poder dos conservadores vai trazer mais tempos difíceis nas relações com a União Europeia, como na época de Margaret Thatcher e John Major?

A Comissão Europeia não está preocupada mas um britânico recorda que o Reino Unido não se vai tornar mais pró-europeu a curto prazo, e isto, apesar da presença dos liberais-democratas, europeístas, na coligação. Outro acrescenta: “Como britânico, pessoalmente, não concordo com a adesão ao euro, porque é sempre bom ter uma moeda separada. Mas espero que o Reino Unido coopere mais com a União Europeia em termos de defesa e política externa”.

O optimismo é moderado.

David Cameron é eurocéptico mas, acima de tudo, é visto pelos europeus como um homem pragmático. Além disso as questões europeias não são prioritárias na agenda do governo e Gordon Brown já deixou bem negociados, a favor de Londres, os dossiês mais polémicos do momento.

Copyright © 2014 euronews

Mais informação sobre