Última hora

Última hora

Sobrevivente do acidente aéreo em Tripoli recupera no hospital

Em leitura:

Sobrevivente do acidente aéreo em Tripoli recupera no hospital

Tamanho do texto Aa Aa

Fora de perigo e a recuperar num hospital de Tripoli, um menino holandês é o único sobrevivente do acidente aéreo no aeroporto da capital líbia. Fontes médicas explicaram que a criança foi operada a fracturas nas pernas.

103 pessoas perderam a vida quando o Airbus A330 da companhia líbia Afriqiyah proveniente de Joanesburgo se despenhou à aterragem em Tripoli.

O ministro líbio dos Transportes disse que “as duas caixas negras foram encontradas e foi formada uma comissão para investigar as causas do acidente, liderada pelo presidente da autoridade de aviação civil e incorporada por especialistas. Também foi chamado um representante da Airbus”.

Mohamed Zidan sublinhou que a hipótese de um acto terrorista foi definitivamente descartada.

O avião desfez-se completamente, com os destroços espalhados por uma área vasta a cerca de 500 metros do extremo da pista de aterragem.

Um jornal líbio afirma que o piloto alertou a torre de controlo para um problema com o avião, pouco antes do acidente.

O Airbus A330 da Afriqiyah tinha entrado ao serviço apenas em Setembro de 2009 e peritos europeus sublinharam que todos os aviões da companhia eram submetidos a controlos regulares.