Última hora

Última hora

Violência de volta ao Quirguistão

Em leitura:

Violência de volta ao Quirguistão

Tamanho do texto Aa Aa

Violentos distúrbios no Quirguistão. Um mês depois do afastamento do presidente, apoiantes e opositores do governo interino envolvem-se em confrontos nas duas principais cidades do sul do país.

Pelo menos uma pessoa morreu e há mais de 40 feridos. As ruas de Jalalabad, um bastião do presidente deposto, transformaram-se numa batalha campal.

O governo provisório já retomou o controlo dos edifícios públicos das cidades de Jalalabad e também de Osh, que ontem foram tomadas de assalto por apoiantes do presidente Kurmambek Bakiev.

“Sabemos quem organizou o levantamento popular”, avançou um membro do governo interino. “Também sabemos quem apoia Bakiev. Por isso, vamos precisar de quatro dias para tomar medidas específicas e drásticas.”

Já foi detido um conselheiro do presidente e um líder do partido comunista, acusados de estarem por detrás do movimento.

Kurmambek Bakiev foi deposto por um levantamento popular em Abril e encontra-se na Bielorrússia. Os distúrbios estão a alarmar os Estados Unidos e a Rússia, que têm bases militares no Quirguistão.