Última hora

Última hora

Tailândia: Governo considera recolher obrigatório

Em leitura:

Tailândia: Governo considera recolher obrigatório

Tamanho do texto Aa Aa

Na Tailândia, o governo está a considerar a imposição do recolher obrigatório na capital, Banguecoque, após três dias de violentos confrontos.

O balanço de mortos desde quinta-feira ascende aos 24. Há cerca de duas centenas de feridos.

Falando através da televisão, o primeiro-ministro tailandês recusou-se a renunciar às operações militares.

“O que o governo e as agências de segurança estão a fazer neste momento é necessário. Não podemos deixar o país numa situação em que pessoas que não obedecem à lei mantêm a população de Bangecoque refém, assim como o centro do país”, disse o primeiro-ministro, Abhisit Vejjajiva.

Durante Sábado continuaram a ouvir-se tiros em vários pontos da zona central ocupada pelos camisas vermelhas.

Os manifestantes lançaram ainda bombas incendiárias sobre as forças de segurança.

Os camisas vermelhas pretendem o afastamento do primeiro-ministro, Abhisit Vejjajiva, que acusam de ter alcançado o poder de forma ilegítima.