Última hora

Última hora

Turistas começam a abandonar Banguecoque  

Em leitura:

Turistas começam a abandonar Banguecoque  

Tamanho do texto Aa Aa

Em Banguecoque, as embaixadas mantêm-se fechadas e os turistas começam a sair da capital tailandesa.
 
Um rude golpe, já que o turismo representa 6% da economia do país. O sector esperava receber mais de quinze milhões de turistas este ano, mas, em Abril, as chegadas ao aeroporto da capital caíram um terço relativamente ao ano passado.
 
Num hotel de cinco estrelas, um grupo de australianos relata as férias.
 
“Ouvimos os tiroteios, vemos os projécteis a atravessar o céu, há explosões e disparos desde a primeira noite. Tem sido algo emocionante”, comenta um turista.
 
“Uma bala entrou pela janela do restaurante do hotel. Mas não há problema, estas coisas acontecem”, diz outro que, ainda assim, decidiu deixar o país.
 
A crise política e a espiral de violência está a assustar os turistas e a comprimir a segunda maior economia do sudeste asiático.