Última hora

Última hora

14 anos de prisão para milionário chinês

Em leitura:

14 anos de prisão para milionário chinês

Tamanho do texto Aa Aa

A televisão estatal chinesa anunciou esta terça-feira a condenação de um dos homens mais ricos do país a 14 anos de prisão.

Huang Guangyu terá de pagar ainda uma multa equivalente a 37 milhões de euros. O ex-patrão da maior cadeia de lojas de electrodomésticos da China foi condenado por suborno de altos funcionários, “negócios ilegais” e manipulação da bolsa.

Originário de uma família pobre, o magnata começou a vender rádios e aparelhos eléctricos na rua aos 17 anos. Quando foi detido, em 2008, presidia a cadeia “Gome”, com mais de 1300 lojas espalhadas pelo país.

Aos 40 anos, tinha sido considerado o homem mais rico da China, com uma fortuna avaliada em 5 mil milhões de euros, e era apontado como um exemplo de sucesso na economia de mercado da era pós-maoísta.