Última hora

Última hora

Eurogrupo satisfeito com governos ibéricos

Em leitura:

Eurogrupo satisfeito com governos ibéricos

Tamanho do texto Aa Aa

As medidas de austeridade tomadas pelos governos ibéricos foram apreciadas pelos elementos do eurogrupo. Na reunião dos ministros das Finanças da zona euro, esta segunda-feira em Bruxelas, foi debatida a crise do euro mas não foram tomadas decisões.

“Pensamos que as medidas tomadas pelos governos espanhol e português são medidas corajosas e indicam uma trajectória de ajustamento que nos satisfaz”, afirmou o presidente do eurogrupo, o luxemburguês Jean-Claude Juncker.

A possibilidade dos governos nacionais da eurozona terem que submeter as propostas de orçamento à avaliação dos parceiros europeus, antes da discussão nos parlamentos nacionais, foi evocada na reunião.

Entretanto, o euro atingiu o valor mais baixo face ao dólar dos últimos quatro anos esta segunda-feira.

Um turista francês em Nova Iorque diz que “pensava poder comprar mais coisas, mas agora não é tão bom quanto há seis meses”. Já outro, alemão, refere que “é tudo muito mais barato porque a América é uma sociedade de consumo por isso há menos impostos. A viagem não está a ser afectada” pela queda do euro, conclui.

Os mercados que exigiam medidas de austeridade na Europa receiam agora que os cortes orçamentais possam colocar em causa a recuperação da economia mundial.