Última hora

Última hora

Tailândia: oposição cercada e debaixo de fogo militar

Em leitura:

Tailândia: oposição cercada e debaixo de fogo militar

Tamanho do texto Aa Aa

Os militares tailandeses cercaram os manifestantes da oposição num esforço para expulsá-los do centro de Banguecoque.

Os blindados penetraram no perímetro controlado pelos camisas vermelhas. Os militares estão a usar gás lacrimogéneo e canhões de água.

Os líderes dos camisas vermelhas apelaram a uma rebelião em massa. Há também vários feridos. Milhares de manifestantes estão barricados.
A resistência é grande. Colunas de fumo provocadas por pneus a arder podem ser vistas a vários quilómetros de distância, oriundas do centro da capital.

O exército tailandês utilizou altifalantes para se dirigir aos militantes num esforço de obrigá-los a evacuar as áreas, sem sucesso.

O Governo exige a rendição total antes de negociar com a oposição, que quer a demissão do actual Governo e o regresso do antigo primeiro-ministro Shinawatra.