Última hora

Última hora

Governo tailandês tenta restabelecer a ordem

Em leitura:

Governo tailandês tenta restabelecer a ordem

Tamanho do texto Aa Aa

Banguecoque acordou envolta em fumo depois duma noite marcada por incêndios. O exército precipitou-se na quarta-feira contra os opositores do primeiro-ministro que se encontravam entrincheirados no centro da capital tailandesa.

Os “camisas vermelhas” em fuga incendiaram três dezenas de edifícios, entre eles, o segundo maior centro comercial da Ásia e a bolsa de Banguecoque. O balanço provisório dos confrontos avançado pelas autoridades dá conta de pelo menos seis mortos, um dos quais um repórter-fotográfico italiano.

O primeiro-ministro Abhisit Vejjajiva declarou ontem ao país que o governo e as forças armadas estavam determinadas e que iriam restabelecer a ordem. Mas a ofensiva na capital teve como consequência o desencadear de tumultos em algumas localidades do norte do país. O executivo estendeu o recolher obrigatório a 21 províncias. Entretanto, alguns líderes do movimento contestatário renderam-se às autoridades.

Desde o início da crise, em meados de Março, morreram 75 pessoas, meia centena só nos últimos dias. Os “camisas vermelhas” são apoiantes do ex-primeiro-ministro Tashkin Shinawatra, deposto por um golpe militar em 2006.