Última hora

Última hora

Gregos avançam com nova greve geral

Em leitura:

Gregos avançam com nova greve geral

Tamanho do texto Aa Aa

A Grécia voltou a paralisar. Centenas de manifestantes concentraram-se, ao início da manhã, junto ao Parlamento em Atenas para protestar contra as medidas de contenção anunciadas pelo governo.

Esta é a quarta greve geral desde Fevereiro, altura em que o primeiro-ministro anunciou um plano de austeridade para sanear as contas públicas.

Os manifestantes responsabilizam o executivo socialista pela actual situação do país e garantem que a luta é para continuar.

“Acreditamos que com as manifestações e com as greves o governo vai pressionado a fazer algo.
Se não lutarmos, os bancos e as grandes empresas terão o caminho livre para fazer o que bem entendem e o resto da sociedade é que vai sofrer” afirma um trabalhador grego.

Um outro defende que as greves devem continuar, mas diz que não é necessário chegar a extremos.

A última greve degenerou em violência. Três pessoas morreram e dezenas ficaram feridas.

As autoridades estão, hoje, em alerta máximo para evitar que incidentes deste tipo se voltem a repetir.

Os manifestantes contestam o aumento de impostos, o congelamento das reformas e redução dos subsídios de férias e de Natal dos trabalhadores da função pública.