Última hora

Última hora

BP acusada de falta de transparência

Em leitura:

BP acusada de falta de transparência

Tamanho do texto Aa Aa

A administração norte-americana acusa a BP de falta de transparência.

Em causa estão as informações prestadas pela empresa britânica relativas à maré negra no Golfo do México.

O grupo terá ocultado deliberadamente informações sobre a gravidade da situação.

À medidas que o tempo passa, as consequências da catástrofe são mais evidentes.

A mancha entrou na corrente de água quente que domina a circulação na zona Este do Golfo e existem receios que chegue a Cuba.

“Não podemos confiar na BP. Deixámos de confiar nos peritos. A BP perdeu toda a credibilidade e as decisões vão ser agora tomadas por outros. Porque é evidente que têm vindo a ocultar a verdadeira dimensão desta maré negra” afirma o congressista democrata Edward J. Markey.

A empresa britânica reconheceu, entretanto, que a fuga é maior do que a estimativa feita até agora.

A maré negra já chegou aos pântanos do Louisiana,
uma espécie de santuário para a fauna.