Última hora

Última hora

Cameron promete colaborar com parceiros europeus para o sucesso do euro

Em leitura:

Cameron promete colaborar com parceiros europeus para o sucesso do euro

Tamanho do texto Aa Aa

O recém-eleito primeiro-ministro britânico foi hoje recebido por Angela Merkel em Berlim.

É primeira vez que David Cameron se reúne enquanto primeiro-ministro com a chanceler alemã.

Uma visita que serviu para lançar as bases das futuras negociações, no seio da União Europeia, em matéria de política monetária e financeira.

Os dois líderes comprometeram-se a trabalhar em conjunto para a estabilidade do euro.

Mas o eurocéptico David Cameron afirmou que discorda de qualquer alteração dos tratados que implique uma maior participação britânica na zona euro.

“Queremos que a zona euro seja bem-sucedida e capaz de promover o crescimento e a estabilidade. Mas qualquer tratado, mesmo que só se aplique à zona euro, precisa da aprovação dos 27 Estados membros, incluindo o Reino Unido, que tem direito de veto. Estes são aspectos importantes que é preciso perceber”, disse Cameron.

Merkel apelou a uma maior coordenação das políticas financeiras da União. Berlim e Paris deverão adoptar uma posição comum na próxima cimeira.

“Acredito que é importante que as grandes nações industrializadas cooperem de forma estreita neste momento de crise económica e financeira mundial”, disse a chanceler.

A visita a Berlim foi a segunda missão diplomática de David Cameron depois de ontem ter estado com Nicolas Sarkozy em Paris.

O primeiro-ministro britânico anunciou que os dois países concordaram em concertar as políticas económicas para uma melhor gestão do problema dos défices orçamentais.

Em cima está a reforma do sistema bancário. Cameron considerou, na mesma ocasião, que a banca comercial não deve envolver-se em actividades de risco.

Cameron lembrou que a estabilidade da moeda única é importante para o Reino Unido já que metade das exportações britânicas tem como destino a União Europeia.