Última hora

Última hora

Polónia vive o drama das cheias

Em leitura:

Polónia vive o drama das cheias

Tamanho do texto Aa Aa

Nove pessoas morreram e três continuam desaparecidas na Polónia, em consequência das maiores cheias dos últimos 160 anos.

O sul do país é a região mais afectada. Mais de vinte mil pessoas foram obrigadas a abandonar as casas. Outras cem mil estão sob ameaça das inundações.

O caudal do rio Vístula, o maior rio da Polónia, ameaça agora Varsóvia. A subida do nível
das águas pode obrigar à evacuação da zona ribeirinha.

O campo de concentração de Auswitch é um dos locais ameaçados pelas inundações.

O primeiro-ministro polaco, Donald Tusk, fala de uma catástrofe sem precedentes nos últimos 160 anos.

Os estragos foram avaliados em quase 2,5 mil milhões de euros.

A França e a Alemanha enviaram bombas de água. As autoridades polacas deverão pedir a activação do plano de emergência da União Europeia.