Última hora

Última hora

Senado norte-americano aprova reforma financeira

Em leitura:

Senado norte-americano aprova reforma financeira

Tamanho do texto Aa Aa

Trata-se da maior reforma financeira desde a Grande Depressão e pretende evitar a repetição de uma crise como a verificada em 2008. O Senado norte-americano aprovou a reforma do sistema de regulação financeira. A prioridade legislativa de Barack Obama passou com 59 votos a favor e 39 contra.

Agora, o Senado deve ajustar a sua versão com a adoptada em Dezembro pela Câmara dos Representantes. Depois, o texto segue para a Casa Branca para ser promulgado pelo presidente. Algo que pode acontecer já em Junho.

Uma vitória para Barack Obama. “Graças à reforma financeira, o povo americano não vai ter de pagar a conta pelos erros de Wall Street. Não vai haver mais resgates pagos pelos contribuintes. Se uma grande instituição financeira tiver de falhar, teremos as ferramentas para evitar que ponha em perigo o resto da economia”, declarou o presidente norte-americano.

A reforma contempla uma agência de protecção do consumidor para supervisionar os empréstimos e
proíbe aos bancos de emitir “Credit Default Swaps”, os produtos financeiros acusados de serem a causa da crise imobiliária de 2008.

Ontem, a bolsa de Nova Iorque registou a queda mais importante dos últimos doze meses, reflectindo os medos do contágio dos problemas financeiros da Europa aos Estados Unidos.

Nesse sentido, o secretário do Tesouro norte-americano, Timothy Geithner, visita a Grã-Bretanha e a Alemanha na próxima semana. O objectivo é encontrar meios para restabelecer a confiança e a estabilidade financeira internacionais.