Última hora

Última hora

Presidente executivo da BP "desolado" com a maré negra

Em leitura:

Presidente executivo da BP "desolado" com a maré negra

Tamanho do texto Aa Aa

Mais de um mês após o início da maré negra, a BP promete um milagre mas ninguém garante que o possa cumprir.

A British Petroleum está sob forte pressão do governo norte-americano, que a acusa de não fazer o suficiente para limpar a maré negra e, sobretudo, para evitar que o petróleo continue a jorrar no fundo do golfo do México.

Tony Hayward, o presidente executivo da BP visitou a costa afectada da Luisiana e prometeu limpar tudo: “É evidente que a defesa do litoral, até este momento, não tem sido um sucesso. Estou desolado por isso, completamente desfeito. O que vos posso dizer é que estamos aqui para ficar. Vamos limpar cada gota de petróleo da costa.”

Depois de já ter feito várias tentativas de parar a fuga de crude, a nova pista seguida pela BP deve ser testada na quarta-feira: injectar fluidos pesados e posteriormente cimentar o poço de petróleo. Mas ninguém garante que a operação seja bem-sucedida: nunca foi tentado nada semelhante a mais de quilómetro e meio de profundidade.