Última hora

Última hora

Shinawatra acusado de "terrorismo" nos protestos dos "camisas vermelhas"

Em leitura:

Shinawatra acusado de "terrorismo" nos protestos dos "camisas vermelhas"

Tamanho do texto Aa Aa

Thaksin Shinawatra enfrenta a pena de morte. O ex-primeiro-ministro tailandês, ícone dos “camisas vermelhas”, é acusado de terrorismo e alvo de um mandato de captura emitido por um Tribunal da Tailândia.

Afastado do poder após o golpe de Estado de 2006, e condenado à revelia a dois anos de prisão por corrupção, Shinawatra tem vivido no exílio e terá mesmo obtido a nacionalidade montenegrina.

Segundo a justiça tailandesa, o antigo primeiro-ministro terá sido o cérebro das barricadas e dos protestos levados a cabo pelos “camisas vermelhas” nas últimas 10 semanas. E é igualmente acusado de “tráfico de armas” com o Camboja.

O ex-chefe do governo já reagiu. Shinawatra recorda a repressão armada de 1976, contra um movimento de estudantes pró-democracia e acusa o governo actual de “violações dos direitos do homem”.

Se for condenado por “terrorismo”, Thaksin Shinawatra pode ser condenado à pena de morte.