Última hora

Última hora

Aumenta o tom entre as duas Coreias e os EUA

Em leitura:

Aumenta o tom entre as duas Coreias e os EUA

Tamanho do texto Aa Aa

A crise entre as duas Coreias leva os Estados Unidos a levantar a voz. O afundamento de um navio militar sul-coreano, atribuído à Coreia do Norte, é inaceitável, para a secretária de Estado norte-americana. De visita a Seul, Hillary Clinton apelou a Pequim para que pressione a Coreia do Norte, aliada da China, e a Pyongyang para que respeite as regras.

“Trata-se de uma provocação inaceitável por parte da Coreia do Norte e a comunidade internacional tem a responsabilidade e o direito de responder”, afirmou Clinton. E acrescentou: “Apelamos à Coreia do Norte para que ponha fim às provocações e à política de ameaça e de beligerância face aos vizinhos e para que avance no cumprimento dos compromissos de desnuclearização e respeite a lei internacional.”

Entretanto, Pyongyang decidiu cortar relações com Seul. Terça-feira, o regime de Kim Jong Il ameaçou mesmo encerrar totalmente a única fronteira com o Sul.

Do lado de Seul, a população manifesta-se para denunciar a atitude dos dirigentes norte-coreanos.