Última hora

Última hora

Nova tentativa para travar fuga de petróleo

Em leitura:

Nova tentativa para travar fuga de petróleo

Tamanho do texto Aa Aa

É mais uma tentativa para conter a fuga de crude no Golfo do México.

A BP pretende injectar cimento no poço de petróleo, a 1600 metros de profundidade algo nunca antes tentado.

Uma experiência, que segundo responsáveis da empresa britânica tem cerca de 60% de hipóteses de ser bem-sucedida.

A pressão sobre o grupo petrolífero é cada vez maior. Um inquérito interno agora tornado público revela que a BP ignorou três sinais de alerta emitidos uma hora antes da explosão.

O presidente norte-americano anunciou que pretende reforçar as medidas de controlo sobre as empresas petrolíferas. Barack Obama quer, ainda, garantias que as informações disponibilizadas pelos grupos correspondem à verdade.

Os cientistas garantem que a maré negra é muito pior do que aquilo se pensava. Tudo porque debaixo de água existam lençóis de petróleo com uma espessura de 100 metros e muitos quilómetros de extensão.

À superfície já terão morrido mais de duas centenas de animais.