Última hora

Última hora

Nova Deli acusa maoistas de provocar acidente

Em leitura:

Nova Deli acusa maoistas de provocar acidente

Tamanho do texto Aa Aa

A sabotagem do caminho-de-ferro na Índia provocou pelo menos 65 mortos. O descarrilamento e o choque de dois comboios no Leste do país são atribuídos aos rebeldes maoistas pelas autoridades de Nova Deli. De acordo com a imprensa indiana, a guerrilha comunista deixou no local do embate vários posters reivindicando o atentado como represália pelas atrocidades da polícia na região.

O comboio expresso que fazia a ligação entre Calcutá e Bombaim descarrilou e em seguida foi atingido por uma composição de mercadorias. O choque ocorreu no distrito de Midnapore Ocidental, à 01h30, hora local. Além das seis dezenas de mortos, há duas centenas de feridos.
A ministra indiana dos Caminhos-de-ferro deslocou-se ao local e assegurou que quem estiver em condições e quiser seguir viagem para Bombaim pode fazê-lo num comboio especial.

A região é um feudo da guerrilha maoista que se tem mostrado bastante activa no centro e no leste da Índia. Nos últimos meses os confrontos têm subido de intensidade. Em Abril, 76 polícias foram mortos numa emboscada. O primeiro-ministro Manmohan Singh descreve a rebelião maoista como a maior ameaça interna do país.