Última hora

Última hora

Revolta contra alegada negligência médica na China

Em leitura:

Revolta contra alegada negligência médica na China

Tamanho do texto Aa Aa

Contra a negligência médica dezenas de pais concentraram-se às portas de um hospital na província de Heilongjiang, no nordeste da China. Entre gritos e assobios defenderam a vida de 17 bebés, doentes com sarampo.

Ao que tudo indica, os médicos do Hospital de Harbin terão injectado um fármaco expirado em Outubro de 2009, para fazer frente à doença. Os ânimos exaltaram-se e agora os pais responsabilizam a instituição pelo agravamento do estado de saúde das crianças.

Um homem diz mesmo que o filho morreu na última quinta-feira, vítima de uma injecção desadequada, mas sem consolidar as alegações.

O Hospital assegura que não foi verificada nenhuma reacção adversa. O certo é que segundo a agência de notícias Xinhua três enfermeiras foram dispensadas e dois funcionários repreendidos.

Escândalos deste tipo têm sido comuns na China.