Última hora

Última hora

Bielorrússia ameaça abandonar acordo para união aduaneira

Em leitura:

Bielorrússia ameaça abandonar acordo para união aduaneira

Tamanho do texto Aa Aa

Aumenta a tensão diplomática entre a Bielorrússia e a Rússia

Os dois países não se entendem sobre o dossier energético. Um facto que levou a Bielorrússia, para já, a fechar a porta a uma possível união aduaneira com o Cazaquistão e a Rússia

Na ausência da ex-republica soviética, esta sexta-feira, o primeiro ministro russo Vladimir Putin reuniu-se com o homologo cazaque Karim Massimov para avançar com a união a dois.

No final de 2009, os três países haviam formado um acordo prévio para lançar a partir de 1 de Julho a respectiva união aduaneira.

Ainda que a decisão da Bielorrússia não seja definitiva, Putin afirmou que as portas da adesão continuam abertas.

A divergência passa pelo valor exagerado da exportação de produtos petrolíferos que a Rússia cobra à Bielorrússia. Em troca da baixa de preços, Minsk já ofereceu a Moscovo o controlo da Beltrangas, a sociedade bielorrussa, que transporta o gás russo para a Europa.

A Rússia recusou por não solucionar os problemas que existem em torno do preço da energia.