Última hora

Última hora

Homossexuais desfilam em Moscovo

Em leitura:

Homossexuais desfilam em Moscovo

Tamanho do texto Aa Aa

A parada gay foi proibida, mas um grupo de homossexuais conseguiu, ainda que por alguns minutos, desfilar pelas ruas de Moscovo.

Cerca de três dezenas de gays e lésbicas pediram o fim da homofobia na Rússia, um país onde – segundo um estudo recente – cerca de 80% da população considera que a homossexualidade é imoral.

“Temos o direito de protestar. Temos direito de dizer abertamente o que pensamos para que a sociedade conheça o nosso ponto de vista. Só assim, pode ser mais tolerante” afirma um manifestante.

A parada Gay foi proibida pela autarquia de Moscovo pelo quinto ano consecutivo. O objectivo do grupo era desfiar pacificamente e conseguiu.

Um activista inglês refere que “hoje é como se a Rússia ainda fosse a União Soviética. Os que procuram manifestar-se pacificamente são apanhados pela polícia como se fossem criminosos ou terroristas. E não somos. Somos pacíficos e defendemos os direitos dos homossexuais.”

Durante a manhã, o grupo conseguiu ludibriar a polícia num jogo do gato e rato que acabou sem violência e com a promessa de que para o próximo ano há mais.