Última hora

Última hora

Revolta nos territórios palestinianos

Em leitura:

Revolta nos territórios palestinianos

Tamanho do texto Aa Aa

As reacções ao ataque israelita desta madrugada explodiram um pouco por todo o mundo árabe, mas foram particularmente marcantes nos territórios palestinianos.

Em Gaza, milhares de palestinianos sairam às ruas em protesto. Sob o slogan amplamente gritado: “Deus é grande”, foram queimadas bandeiras do Estado hebraico.

O líder do Hamas na Faixa de Gaza, Ismail Hanyeh, apelou à Autoridade Palestiniana para que interrompa todas as negociações directas e indirectas com Israel. “Não é razoável continuar as negociações, à luz de um crime como este que ultrapassa todos os limites”, afirmou.

Também nas ruas de Ramallah, na Cisjordânia, os palestinianos mostraram a revolta contra a acção dos militares israelitas sobre a frota civil em águas internacionais.

O presidente da Autoridade Palestiniana, Mahmoud Abbas, classificou o ataque como um massacre e decretou três dias de luto nacional no território em memória das vítimas.