Última hora

Última hora

Desemprego alemão volta a descer

Em leitura:

Desemprego alemão volta a descer

Tamanho do texto Aa Aa

O desemprego na Alemanha esteve a cair, em Maio. Boas notícias para o governo, numa altura em que a situação da Zona Euro continua a preocupar a maior economia europeia.

Houve uma queda de 165 mil pessoas para um total de 3,34 milhões. A taxa de desemprego é de 7,7%. Esta descida foi duas vezes superior à prevista pelos analistas. Foi o décimo primeiro mês consecutivo em que o desemprego esteve a baixar.

A ministra do Trabalho, Ursula von der Leyen, congratulou-se com estes números, que acredita serem sinónimo de que a recuperação económica está para durar. “Vemos aqui uma tendência muito forte. É o segundo mês consecutivo em que a procura de mão-de-obra está a subir. Por outras palavras, estamos no bom caminho”, afirmou a titular da pasta do Trabalho.

Depois da pior recessão desde a II Guerra Mundial, a Alemanha está agora a ter um crescimento económico acima das previsões.

Estes dados positivos na Alemanha contrastam com a tendência do resto da Zona Euro, em que o desemprego subiu, em Abril, para um valor próximo do máximo de 12 anos.

O desemprego no grupo de 16 países aumentou para os 10,1% da população activa, um número acima dos 15,8 milhões, por culpa do agravamento da situação em Portugal, Espanha e Itália.

Os analistas estimam que a taxa de desemprego da Eurozona deve atingir os 11% ainda este ano, o que deve ter um impacto na economia.