Última hora

Última hora

Israel acusa activistas de estarem armados

Em leitura:

Israel acusa activistas de estarem armados

Tamanho do texto Aa Aa

Israel apresenta a sua versão dos factos para justificar o ataque a um navio turco com ajuda humanitária à Faixa de Gaza.

Com estas imagens registadas pelos militares que participaram no assalto, Telavive quer mostrar que os soldado foram atacados e tiveram de disparar para se defenderem.

As autoridades israelitas argumentam que a frota humanitária tinha o objectivo político de romper o bloqueio a que o Hamas está submetido e afirma que foram encontradas a bordo armas. Um faca e spray de autodefesa foi tudo o que conseguiram mostrar.

O ataque militar saldou-se em nove mortos e várias dezenas de feridos, um massacre que valeu a Israel uma forte onda de críticas internacionais.

A frota de seis navios foi escoltada pelos militares até ao porto de Ashdod, no sul de Israel.

Os navios encontravam-se em águas internacionais quando forma interceptados como afirma este activista ferido e assistido num hospital israelita para depois ser levado pela polícia israelita para interrogatorio.

Nesta altura 90 activistas encontram-se detidos.