Última hora

Última hora

Activistas pró-palestinianos começam a abandonar Israel

Em leitura:

Activistas pró-palestinianos começam a abandonar Israel

Tamanho do texto Aa Aa

Dezenas de activistas pró-palestinianos chegaram, hoje, à Jordânia.

O Estado hebreu anunciou que os estrangeiros detidos durante o ataque israelita à frota humanitária internacional que se dirigia para a Faixa de Gaza seriam expulsos.

De acordo com as últimas informações, 60 cidadãos turcos encontram-se no aeroporto de Tel Aviv devendo ser repatriados nas próximas horas.

Um outro contingente de 70 activistas terá deixado, entretanto, a prisão de Beersheva no Sul de Israel.

Um activista conta a experiência a abordo do ferry turco Mavi Marmara:

“Vi centenas de barcos infláveis repletos de soldados isrealitas e e muitas embarcações enormes. Acredito, que submarinos também. E estavam a disparar sobre nós balas de paint ball, estavam a atirar sobre nós. Eu estava no chão e comecei a empurrá-los com o meu pé, a dar pontapés. Foi quando um soldados me começou a bater com a arma na perna.”

Tudo aconteceu na passada segunda-feira, quando os comandos da marinha israelita lançaram um raid contra uma frota internacional que transporta ajuda humanitária para o enclave palestiniano.

A bordo da maior embarcação seguiam seiscentas pessoas. Nove passageiros foram mortos e sete soldados ficaram feridos.

A violência do ataque chocou a comunidade internacional.