Última hora

Última hora

Estados Unidos processam BP

Em leitura:

Estados Unidos processam BP

Tamanho do texto Aa Aa

O governo federal dos Estados Unidos anunciou que vai accionar civil r criminalmente, a petrolífera BP.

O gigante britânico é o responsável pela fuga de petróleo que, há 44 dias, contamina a costa sul dos Estados Unidos, em particular, no Estado da Luisiana.

A BP não consegue estancar a fuga de petróleo e todas as soluções tentadas falharam.

As autoridades dizem que não podem esperar mais.

O promotor de justiça federal promete uma luta sem tréguas:

“Como a nossa investigação se intensifica nos próximos dias, seremos meticulosos, seremos detalhados e seremos agressivos. Nós não descansaremos até que justiça seja feita”.

As responsabilidades aumentam, porque um número crescente de contratados da BP que trabalha nas operações de limpeza das praias está a sofrer problemas de saúde. Têm sido internados, com um quadro clínico de aumento da pressão sanguínia, naúseas e fortes dores de cabeça.

Não há processo para estancar a fuga de petróleo. O governador do Estado da Luisiana, Bobby Jindal, reclama mais acção do Governo Federal:

“O momento para estudos e discussões acabou. Precisamos que o Governo Federal responsabilize a BP, com uma acção que a torne parte responsável. Não queremos que o Governo Federal se contente com as desculpas da BP”.

A companhia deu voluntariamente 25 milhões de dólares aos estados afectados, uma verba que não chega aos 30 por cento do volume de prejuízos estimados.

Entretanto, vai ser tentado um novo processo de controle do fuxo de petróleo libertado.

Numa primeira fase, será aumentdo, fazendo-se o respectivo transvase para navios-tanque. Quando o s fluxo sev reduzir, tentar-se-à então estancar a fuga.