Última hora

Última hora

Israel não vai deixar que outros barcos cheguem à Faixa de Gaza

Em leitura:

Israel não vai deixar que outros barcos cheguem à Faixa de Gaza

Tamanho do texto Aa Aa

O primeiro-ministro israelita visitou esta terça-feira os seis soldados que ficaram feridos no ataque à frota de ajuda humanitária.

Apesar dos protestos da comunidade internacional, do conflito diplomático com a Turquia e das próprias críticas da imprensa interna- que classificou a operação de “fiasco” – o governo não desarma.

Em comunicado, o executivo acusa os activistas de terem atacado os soldados, que agiram em legítima defesa. Mas lamenta a morte de nove pessoas.

De acordo com um porta-voz do exército, uma parte das dez toneladas de ajuda humanitária transportadas pela frota já foi levada para a Faixa de Gaza por via terrestre.

Mas, de acordo com o coordenador das operações do lado palestiniano, “a maior parte dos bens não pode entrar em Gaza, como os materiais de construção, o cimento, o ferro ou o equipamento eléctrico”.

Israel insiste que vai manter o bloqueio à Faixa de Gaza e que vai voltar a impedir que outros barcos cheguem à costa.

Uma ameaça que surge depois dos responsáveis da frota internacional terem avisado que dois outros navios vão dirigir-se para o território.