Última hora

Última hora

Maré negra vai ter inquérito civil e penal

Em leitura:

Maré negra vai ter inquérito civil e penal

Tamanho do texto Aa Aa

Washington lança um inquérito penal e civil sobre a maré negra no Golfo do Mexico. Mais um golpe para a BP que tem somado os fracassos para parar a fuga de petróleo. Quarenta e três dias depois do acidente a empresa avança com uma nova e arriscada operação. Desta vez o objectivo é serrar as condutas e tubos ligados à parte superior do sistema de prevenção de explosões, um aparato cheio de válvulas que não permiitu fechar o poço como deveria quando a plataforma explodiu no dia 20 de Abril causando 11 mortos.

A empresa espera com esta operação poder bombear o petróleo para um navio na superfície.
O secretário de Justiça dos Estados Unidos, Eric Holder, anunciou a abertura de uma investigação judicial para determinar se os responsáveis pelo derramamento de petróleo no Golfo do México violaram a lei.

Holder visitou a área pela primeira vez e falou com os responsáveis dos estados afectados pela maré negra sobre os possíveis processos legais contra as empresas responsáveis pelo acidente.
A BP deu à Louisiana e a outros estados do Golfo um total de 25 milhões de dolares, para fazer frente às despesas relacionadas com o derrame cujo prejuizo está avaliado em 810 milhoões de euros.