Última hora

Última hora

Telavive teve de libertar os civis interpelados nos navios

Em leitura:

Telavive teve de libertar os civis interpelados nos navios

Tamanho do texto Aa Aa

Israel vê-se obrigado a libertar todos os civis detidos na operação contra a frota internacional que levava ajuda humanitária a Gaza.

As seiscentas pessoas que se encontravam a bordo foram interpeladas e levadas pelos militares para interrogatório.

O governo de Telavive foi desde logo alvo de pressão por parte da comunidade internacional, chocada com a violência do ataque onde nove activistas foram mortos.

A Turquia conta com 380 cidadãos neste grupo de prisioneiros o que levou Ancara a levantar o tom e a recrutar aliados contra a atitude das autoridades israelitas.

Foi neste contexto de guerra psicológica que o governo de Benjamim Netanyhau deu ordem para que todos os detidos fossem libertados e enviados para os respectivos países, operação que deve ser concluída nas próximas horas.