Última hora

Última hora

Activistas mortos são de origem turca e norte-americana

Em leitura:

Activistas mortos são de origem turca e norte-americana

Tamanho do texto Aa Aa

As vítimas mortais do ataque israelita à frota que seguia para Gaza são de origem turca e norte-americana.
 
A identidade dos activistas foi revelada, esta quinta-feira, pelo Governo turco. No mesmo dia que os corpos foram entregues às famílias.
 
Trata-se de homens com idades compreendidas entre os 19 e os 61 anos. Oito são turcos, o mais jovem é um americano de origem turca.
 
Os exames balísticos concluíram que foram mortos por balas e que uma das vítimas foi atingida à queima-roupa.
 
“Os soldados chegaram durante noite, vestidos de preto dispararam. Desceram para o barco e começaram o massacre” afirma uma activista.
 
Um outro refere: “atacaram-nos e, em cinco minutos, amarraram-nos Também tentaram atirar activistas ao mar.”
 
Este italiano diz ter uma memória da prisão muito má. “Negaram-nos os nossos direitos. Não nos deixaram ligar para a embaixada ou para casa. Durante 48 a 50 horas fomos tratados como prisioneiros numa cadeia israelita.”
 
19 Activistas continuam internados, três em estado grave. O ministro dos Negócios Estrangeiros deslocou-se, esta quinta-feira, ao hospital de Ancara. Aos feridos prometeu apoio total por parte do governo turco.
 
Apenas dois activistas foram impedidos de deixar Israel devido aos ferimentos.