Última hora

Última hora

Analista: "população turca olha para Israel como um inimigo"

Em leitura:

Analista: "população turca olha para Israel como um inimigo"

Tamanho do texto Aa Aa

A crise está instalada. As relações entre a Turquia e Israel voltaram à estaca zero. Os países estão de costas voltadas e a troca de acusações é uma constante.

O regresso a casa dos activistas turcos poderá acalmar os ânimos de uma população exaltada, mas no campo diplomático o processo promete ser longo.

O analista Yusuf El-Sherif sustenta que “as pessoas na Turquia olham para Israel como um inimigo. Os diplomatas e o executivo turco deixaram de acreditar no governo de Netanyahu, por isso, o problema vai continuar.”

Israel diz que a frota transportava armas para a Faixa de Gaza. O primeiro-ministro afirma que a autodefesa é um direito do qual o país não pretende abdicar.

“O Hamas faz contrabando de milhares de mísseis iranianos e de outro tipo de armas que faz entrar na faixa de Gaza e com os quais ataca as cidades de Israel. Segundo a lei internacional, o senso comum e a decência, Israel tem todo o direito de proibir esse armamento” afirma Benjamin Netanyahu.

No parlamento israelita, o clima é de tensão. Uma deputada árabe, que participou na acção humanitária, foi impedida de tomar a palavra e vaiada pelos deputados.