Última hora

Última hora

Sozinhos em cápsula... espacial

Em leitura:

Sozinhos em cápsula... espacial

Tamanho do texto Aa Aa

São 520 dias, no mais rigorso isolamento – seis homens voluntariam-se para um exercício de extremo rigor, que faz parte da preparação de uma viagem ao planeta Marte.

Quase um ano e meio sem contactarem com o resto do mundo, para avaliar os efeitos psicológicos e físicos que isso lhes provoca.

Tudo vai ser simulado, como se de uma viagem real se tratasse. Para Marte, a expedição vai durar 250 dias, a que se seguem mais 30 para a execução de diferentes misões.

Depois, são mais 240 dias, para o regresso à Terra.

Durante o exercício, serão sujeitos às mais duras provas, incluindo a hipotética morte de um deles.

Os dias vão dividir-se em três períodos de oito horas cada. Um para o trabalho, outro para o sono e outro para o lazer.

O exercício está a decorrer, desde a manhã desta quinta-feira, no Instituto Médico-Biológico de Moscovo, parceiro da Agência Espacial Europeia, neste projecto.

A verdadeira viagem só ocorrerá daqui a 20 ou 30 anos.

Até lá, há que estudar os comportamentos de três russos, um chinês, um italo-colombiano e um francês.