Última hora

Última hora

"Rachel Corrie" a caminho da Faixa de Gaza

Em leitura:

"Rachel Corrie" a caminho da Faixa de Gaza

Tamanho do texto Aa Aa

O ataque israelita à frota de ajuda humanitária não trava os activistas pró-palestinianos.

O navio de pavilhão irlandês, Rachel Corrie, vai voltar a tentar furar o bloqueio, este Sábado. O primeiro-ministro irlandês apelou ao governo israelita para deixar o navio levar a ajuda à Faixa de Gaza, sem obstáculos.

A bordo, quinze pessoas, incluindo um Prémio Nobel da Paz, levam 1200 toneladas de medicamentos, cadeiras de rodas, material escolar e cimento.

O primeiro-ministro turco esteve, ontem, no hospital de Ancara, onde estão 19 feridos do ataque de segunda-feira. Recep Tayyip Erdogan desmentiu os rumores de que haveria pessoas desaparecidas, dizendo que se encontram em hospitais israelitas. Esta manhã, foram enviados dois aviões para repatriar cinco desses feridos.

Ontem, em Istambul, milhares de pessoas reuniram-se nas imediações da mesquita de Fatih para assistir aos funerais das vítimas. Depois das cerimónias, a multidão gritou “Abaixo Israel”.