Última hora

Última hora

Seul leva caso da fragata afundada pelo Norte ao CS da ONU

Em leitura:

Seul leva caso da fragata afundada pelo Norte ao CS da ONU

Tamanho do texto Aa Aa

Uma manobra unilateral da Coreia do Sul para afundar a vizinha do norte.

Desta forma o regime de Pyongyang acusa Seul de se juntar aos norte-americanos e levar o caso da fragata alegadamente afundada por um torpedo do regime ao Conselho de Segurança das Nações Unidas.

Seul ao apresentar de forma formal o caso ao Conselho de Segurança, pede sanções. Este é o mais recente episódio no caso da fragata alegadamente afundada por um torpedo norte-coreano.

Pyongyang nega qualquer responsabilidade e acusa o Sul de utilizar resultados de uma investigação unilateral e tendenciosa para fundamentar a acusação. O relatório foi confirmado por especialistas ocidentais.

Numa declaração lida por uma apresentadora de televisão da estação estatal do Norte, o regime nega a responsabilidade e acusa Seul e os Estados Unidos de terem uma terceira intenção. O regime encenou uma manifestação popular na capital para demonstrar o apoio dos cidadãos.

Entretanto as manobras militares intensificam-se. As relações entre os dois países estão num dos níveis mais baixos dos últimos anos.

A fragata afundada levava a bordo 46 marinheiros, o torpedo atingiu a embarcação em Março passado.