Última hora

Última hora

Maré negra atinge costa da Florida e ameaça chegar a Miami

Em leitura:

Maré negra atinge costa da Florida e ameaça chegar a Miami

Tamanho do texto Aa Aa

O ataque é a melhor defesa, para o presidente norte-americano, em queda de popularidade desde o início da maré negra no Golfo do México.

Durante a terceira visita à zona sinistrada na Luisiana, Barack Obama não poupou críticas à petrolífera BP, evocando os lucros multimilionários da companhia para acusar os responsáveis de terem descurado os riscos da prospecção petrolífera em alto mar.

“Segundo algumas informações a BP deverá pagar 10,5 mil milhões de dólares de dividendos aos seus accionistas neste trimestre. Quero lembrar a BP que tem uma responsabilidade moral e legal pelos danos causados nestas águas”.

A válvula colocada ontem sobre a entrada do poço de petróleo permite para já recuperar apenas mil dos 19 mil barris diários da fuga de petróleo. A BP espera que o dispositivo possa estancar 90% do fluxo nas próximas 24 a 48 horas.

A maré negra que afecta actualmente as costas da Louisiana, Mississipi e Alabama, atingiu esta noite a Florida. As correntes do Golfo do México ameaçam agora arrastar o crude para a zona de Miami.

Face à pior catástrofe ecológica de sempre nos Estados Unidos, a BP garantiu ontem que vai assumir os custos da maré negra, sem suspender o pagamento dos dividendos aos accionistas.

Segundo as estimativas, os danos causados poderão elevar-se a mais de 37 mil milhões de dólares, caso a companhia consiga estancar a fuga nas próximas horas.