Última hora

Última hora

BP assinala progressos nas operações para estancar fuga de crude

Em leitura:

BP assinala progressos nas operações para estancar fuga de crude

Tamanho do texto Aa Aa

O sistema de recuperação de parte do crude expelido pela perfuraçãoacidentada no Golfo do México está a funcionar. A petrolífera britânica BP colocou uma cobertura sobre o poço, que apesar de não conter toda a fuga, consegue canalizar parte para um petroleiro fundeado à tona de água.

Desde sexta-feira que quase um milhão de litros de crude foi recuperado do fundo do golfo. A guarda costeira norte-americana afirmou que esse valor pode aumentar nas próximas horas.

Desde o passado dia 20 de Abril, quando a plataforma Deep Water Horizon explodiu, que o crude contamina o golfo.

Entretanto, a BP anunciou que vai criar uma empresa para gerir as questões sociais causadas pelo derrame.

O presidente norte-americano, que já se deslocou à região afectada pela maré negra três vezes, recordou que “esta semana entregámos à BP uma factura inicial de 60 milhões de dólares que corresponde a uma parte do que os contribuintes norte-americanos gastaram nas respostas a esta crise. Além disso, e depois de uma análise urgente, vamos instalar um novo sistema de operação agressivo para criar novas regras para a exploração petrolífera em alto mar. E ainda, criei uma comissão bipartidária para investigar as causas deste acidente.”

O acidente, que além do derrame de petróleo, matou onze trabalhadores da plataforma, é já considerado o mais grave a assolar os Estados Unidos. Nos estados da Luisiana, Missisipi e Alabama, assim como na Florida, a presença de crude nas praias já se faz sentir, além de danos irreparáveis em santuários da vida selvagem e nos pântanos da região.