Última hora

Última hora

Bhopal: sentença indigna vítimas e familiares

Em leitura:

Bhopal: sentença indigna vítimas e familiares

Tamanho do texto Aa Aa

As vítimas do maior acidente industrial da história estão indignadas.

A justiça indiana condenou oito antigos dirigentes de uma fábrica de pesticidas, em Bhopal, a dois anos de prisão e a uma multa de cerca de 1.700 euros.

A sentença esperada há 25 anos foi lida à porta fechada e recebida com decepção:

“Para quem tirou a vida a 25,000 pessoas e afectou a saúde de 500.000, dois anos de prisão é pouco.
Se alguém cometer um homicídio leva pelo menos 20 anos. É por isso que não estamos contentes com a sentença” afirma um elemento da organização “Children Against Dow Carbide”

Acusados inicialmente de homicídio, os arguidos viram a acusação reduzida em 1996 para morte por negligência, um crime punido com um máximo de dois anos de prisão, na Índia.

O acidente industrial remonta a três de Dezembro de 1984.

Mais de quatro mil pessoas morreram nas 24 horas que se seguiram à fuga para a atmosfera de gases tóxicos da fábrica de Bhopal.

Estima-se que o total de mortos desses primeiros dias tenha chegado aos oito mil mortos. O Governo de Nova Deli fala, apenas, em três mil.

A substância tóxica, que dá pelo nome de isocianato de metila ataca as vias respiratórias até à asfixia e causa cegueira.