Última hora

Última hora

Joanesburgo dá pontapé de saída na rede ferroviária

Em leitura:

Joanesburgo dá pontapé de saída na rede ferroviária

Tamanho do texto Aa Aa

Primeiro comboio rápido de África, o Gautrain iniciou hoje o servço em Joanesburgo, a tempo de levar os adeptos do Mundial de futebol.

Este comboio liga o aeroporto internacional ao centro financeiro de Standton, onde vão ficar muitos adeptos estrangeiros. O trajecto faz-se em 15 minutos a 160 km/hora. De automóvel demora uma hora.

Um passageiro comenta:

“É confortável, silencioso, não é como um comboio normal, abana menos. Foi óptimo, passei um tempo agradável. Obrigado ao governo de gauteng, obrigado pelo comboio”.

Num primeiro tempo os passageiros vão ser empresários e turistas porque um bilhete de ida e volta custa 10 euros.

Mas há críticas:
“Foi bom. pelo lado dos bilhetes foi uma confusão, não estavam preparados. O comboio foi óptimo, é óbvio que o testaram. O parking e os bilhetes é que não devem ter sido testados”.

Os construtores aceleraram os trabalhos para terminar o primeiro troço antes do jogo inaugural da África do Sul com o México em Joanesburgo. A longo prazo, o Gautrain vai ser crucial para a região e é o ponto fulcral da futura rede de transportes.

“O Gautrain, verdadeiro orgulho nacional não vai parar por aqui. Os trabalhos continuam para o comboio regional ligar Pretória, a 80 km de Joanesburgo. Uma viagem de 45 minutos para ligar as duas cidades que, de automóvel demora hora e meia em caso de engarrafamentos.
Esperam-se 16000 passageiros por dia no Gautrain, por 3,50 euros. É pouco mais do que um taxi colectivo e muito mais rápido. Entra ao serviço no próximo ano.
Em Pretória, Sébastien Vuagnat pour Euronews”