Última hora

Última hora

Holanda escolhe hoje o novo parlamento

Em leitura:

Holanda escolhe hoje o novo parlamento

Tamanho do texto Aa Aa

Na Holanda é dia de eleições legislativas. Cerca de 12 milhões de eleitores são chamados a escolher os 150 deputados da câmara baixa do parlamento.

O escrutínio anuncia-se muito cerrado. Nenhum dos 18 partidos deverá conseguir os votos suficientes para poder governar sózinho.

Entre os quatro principais, são os liberais do Partido para a Liberdade e Democracia os favoritos nas intenções de voto. O lider, Mark Rutte, centrou a campanha em promessas de contenção orçamental: reduzir em 20 mil milhões de euros a despesas pública durante a próxima legislatura, reduzir para metade o tamanho do governo e aumentar a idade da reforma dos 65 para os 67 anos.

Na segunda posição surgem os trabalhistas liderados por Job Cohen que prometem a redução da despesa pública em 10 mil milhões de euros, uma aposta forte na educação e maiores impostos para os rendimentos mais elevados.

As sondagens colocam os democratas cristãos na terceira posição, o que põe fim ao ciclo de oito anos em que o país foi dirigido por Jan Peter Balkenende.

Em alta nas intenções de voto está o populista Partido para a Liberdade, criado em 2006 por Geert Wilders que já conta com nove lugares no actual parlamento e poderá vir a ampliar o número de deputados.

Sem um cenário de maioria, é grande a expectativa sobre a coligação política que vai governar a Holanda.