Última hora

Última hora

Teerão mantém tom de desafio face a novas sanções

Em leitura:

Teerão mantém tom de desafio face a novas sanções

Tamanho do texto Aa Aa

O Irão descarta importância às novas sanções do Conselho de Segurança da ONU. Teerão considera que constituem um “erro” e apenas complicam a situação.

Em Viena, o enviado iraniano para a Agência Internacional de Energia Atómica diz que o seu país “convidou” as potências mundiais a “sentarem-se à mesa das negociações, para mudar da confrontação para a cooperação, mas parece que algumas são surdas e não conseguem ouvir apelos e recomendações” que classifica como “honestos”.

Teerão sublinhou que não vai suspender as actividades de enriquecimento de urânio, insistindo nos fins pacíficos do programa nuclear.

Nas ruas da capital iraniana, um residente diz que têm sido alvo de sanções “nos últimos trinta anos e isso não afectou o país, nem terá qualquer efeito no futuro, porque os iranianos estão determinados a tornarem-se na oitava nação do mundo em termos de actividades energéticas pacíficas”.

Num já habitual tom de desafio, o presidente Mahmud Ahmadinejad afirmou que as novas sanções “não têm qualquer valor” e devem ser atiradas “para o caixote de lixo, tal como um lenço de papel usado”.