Última hora

Última hora

As greves nos fornecedores da Honda na China continuam a afectar a produção

Em leitura:

As greves nos fornecedores da Honda na China continuam a afectar a produção

Tamanho do texto Aa Aa

Agora foram cerca de 500 trabalhadores de uma fábrica de fechaduras que fornece a construtora japonesa, perto de Macau, a entrar em paralisação.

Exigem ser aumentados em 60 euros por mês e pedem ainda uma representação sindical independente.

A administração apenas deu um aumento de 100 yuan, ou seja, 14 euros. os trabalhadores ameaçam prolongar a greve por mais uma semana.

Diz esta operária: migrámos do campo para a cidade para trabalhar aqui. Precisamos de ganhar dinheiro. Ninguém quer fazer greve, apenas queremos ganhar mais dinheiro”.

Além da Honda, a série de greves nesta região da China está a afectar várias outras empresas e a chamar a atenção para o problema dos baixos salários destes trabalhadores.

A Honda está a ter um impacto importante das greves, que se prolongam há mais de uma semana…

A falta de peças obrigou já à suspensão do trabalho em várias fábricas japonesas.