Última hora

Última hora

Despedimento por causa de 1,30€ anulado pela justiça alemã

Em leitura:

Despedimento por causa de 1,30€ anulado pela justiça alemã

Tamanho do texto Aa Aa

Um euro e trinta cêntimos não justifica um despedimento. Foi assim que um Tribunal Federal do Trabalho julgou o caso de “Emmely”, na Alemanha.

Caixa numa grande cadeia de supermercados, “Emmely” – como é desde então conhecida, na Alemanha – tinha sido despedida em 2008, por ter aproveitado dois cupões de depósito de vasilhame que uma cliente perdera.

Para o patrão, 1,30€ foi o suficiente para romper uma relação de confiança de 31 anos de bons serviços prestados.

Em apelação, o Tribunal do Trabalho anulou o despedimento. “Emmely” espera agora recuperar o mesmo posto: “Se o meu patrão ainda me quiser, eu recandidato-me para voltar a trabalhar na mesma caixa. Essa seria a minha maior vitória.”

Nos últimos anos, na Alemanha têm aumentado os casos de despedimentos aberrantes. Por exemplo: uma empregada de um lar que comeu um resto de patê deixado por uma residente e outra que levou para casa um resto de ‘ravioli’ foram também despedidas.