Última hora

Última hora

Milhares na cerimónia de abertura do Mundial

Em leitura:

Milhares na cerimónia de abertura do Mundial

Tamanho do texto Aa Aa

O pontapé de saída para o Mundial foi dado pelo presidente da África do Sul, Jacob Zuma. Esta quinta-feira à noite, 35 mil pessoas juntaram-se no estádio de Orlando, em Soweto, para a cerimónia de abertura. Uma maré humana vestida com as cores dos Bafana Bafana, a equipa sul-africana.

Os Black Eyed Peas tocaram, entre outras músicas, o “hino” adoptado pela selecção portuguesa, fazendo agitar algumas bandeiras lusas.

Em Soweto, outrora símbolo do apartheid, hoje fala-se em união. “Estive no desfile dos Bafana Bafana. Vi brancos e negros, homens e mulheres a dançar juntos. É impressionante, estamos todos juntos”, afirma um dos presentes na cerimónia.

A salvo das vuvuzelas – confiscadas à entrada para não abafarem o concerto – Shakira cantou o Waka Waka, o hino oficial do Mundial de 2010.

A competição arranca hoje, com os encontros entre a África do Sul e o México, a partir das 16h locais (15h em Lisboa), e o Uruguai-França, às 20h30 (19h30 em Lisboa).

A organização confirmou a presença de Nelson Mandela no jogo de abertura.