Última hora

Última hora

Papa pede desculpas às vítimas de abusos sexuais

Em leitura:

Papa pede desculpas às vítimas de abusos sexuais

Tamanho do texto Aa Aa

Pela primeira vez em público, Bento XVI pediu desculpas às vítimas de pedofilia no seio da Igreja Católica. O Papa prometeu que a Igreja fará o possível para que isso não volte a acontecer.

As palavras foram pronunciadas esta sexta-feira, na Praça de São Pedro, no Vaticano, diante de quinze mil padres. Uma homilia que encerrou o ano sacerdotal, marcado pela revelação de vários escândalos de pedofilia.

“Pedimos perdão a Deus e às pessoas envolvidas e prometemos fazer tudo o que for possível para garantir que os abusos sexuais não voltem a acontecer nunca”, declarou Bento XVI.

Para as associações de defesa das vítimas, as palavras não bastam.

“O Papa podia ter dito que os padres que atacaram crianças vão ser afastados do sacerdócio, que vão ser denunciados à polícia e que as provas vão ser entregues às autoridades criminais”, disse Peter Iseley, porta-voz de um grupo de defesa das vítimas.

Quanto a medidas concretas, o Papa limitou-se a prometer que a Igreja vai ser mais rigorosa na selecção dos candidatos ao sacerdócio.