Última hora

Última hora

O caos reina no Sul do Quirguistão

Em leitura:

O caos reina no Sul do Quirguistão

Tamanho do texto Aa Aa

Cerca de uma centena de mortos e um milhar de feridos é o último balanço dos confrontos no Quirguistão, cujas autoridades alargaram hoje o estado de emergência a toda a região de Djalal-Abad. Tiroteios e incêndios devastaram a zona, tal como aconteceu em Och, a segunda cidade do país como relata uma testemunha: “Tudo o que vê aqui, a restaurantes e cafetarias propriedade de uzbeques foram queimados, tudo destruído, não sei porque não querem viver em paz.

“Porque é que o governo não toma conta de nós, o Quirguistão é a minha terra, nasci aqui e cresci aqui, porque terei de deixar este lugar?”, protesta uma mulher.

As autoridades admitiram já que perderam o controlo da situação e deram ordens às tropas de atirar a matar, sem contemplações.

Kurmambek Bakiev, presidente quirguize derrubado por um levantamento popular em Abril passado, anunciou nada ter a ver com os confrontos e acusa o atual governo de impotência.

O Governo pediu a intervenção de uma força de paz depois de a Rússia ter recusado o envio de reforço militar para a cidade de Och onde a tensão não abrandou e as pilhagens continuam.